Besta de Gévaudan: a fera francesa

Do francês Bête du Gévaudan, a besta de Gévaudan é uma criatura que ficou conhecida por cometer assassinatos na região francesa de Gévaudan entre o fim do século XVIII e o começo do século XIX.

Características da criatura

As descrições sobre a fera eram as seguintes:
  • Semelhante a um lobo, porém muito maior que um;
  • Suas patas tinham garras afiadas;
  • A pele tinha um tom avermelhado escuro;
  • A boca era grande, com muitas presas;
  • Orelhas pequenas e retas;
  • Se movia dando saltos;
  • Pescoço grande;
  • Aparentemente, ela matava suas vítimas cortando suas gargantas com os dentes e por prazer, não para se alimentar.

Os casos de assassinato pela fera

Foram estimados 210 ataques, que resultaram em 113 mortes e 49 feridos, 98 das vítimas mortas foram parcialmente comidas. O primeiro ataque ocorreu em junho de 1764, uma jovem de 14 anos foi assassinada próxima a uma povoação pertencente ao departamento francês de Lozère. Após isso a situação só piorou, assassinatos atrás de assassinatos.
A besta sempre procurava vítimas jovens para estripar ou decapitar. Embora fosse indiferente o sexo da vítima, todos homens assassinados não passavam dos trinta e seis anos.

O abate da criatura

Em setembro de 1765, um animal identificado como a fera foi morto por Antoine de Beauterne. A criatura pesava 64 kg, tinha 87 cm de altura e 1 metro e 83 de comprimento. Foi chamado de Le Loup de Chazes. Antoine declarou o seguinte: "Nós declaramos pelo presente relatório, assinado por nossas mãos, que nunca vimos um lobo tão grande que poderia ser comparado a este, é por isso que nós estimamos esta poderia ser a besta temível que causou tanto dano a nós". 

O bicho foi empalhado e enviado para Versalhes. Porém em dezembro do ano de 1765, os ataques começaram novamente. Suas vítimas foram duas crianças e a matança continuou.

A caça da outra criatura

Os assassinatos continuaram e a caça para a execução da segunda fera começou também. Um caçador chamado Jean Chastel matou a segunda criatura com um tiro em 19 de junho de 1767. Segundo as evidências, a segunda besta pesava 58 kg e morreu por uma bala de prata benzida por um padre local. O primeiro registro de uma caça a um "lobisomem" foi essa.
A fera existiu, as mortes ocorreram, as caças ocorreram. Isso está nos documentos históricos, o único problema é que o animal empalhado não foi embalsamado direito na época e apodreceu. Luis XV pediu para que retirassem de seu palácio por causa do cheiro que aquilo tinha, e até então não acharam mais a carcaça do animal. Isso gera tantas controvérsias que hoje muitos duvidam que a incomum fera tenha existido e acreditam que apenas hienas mataram os moradores daquele local.

Referências: [Wikipédia], [Criptomania], [Noite Sinistra]
Besta de Gévaudan: a fera francesa Besta de Gévaudan: a fera francesa Reviewed by Eric Bitencourt on 19:00 Rating: 5

Nenhum comentário

Spirits THEME